segunda-feira, 9 de março de 2009

Pedaços...

Quando o presente - um dia já distante...
Quero o futuro
A eternidade simplesmente...

Quero com poesias deixar minha semente
E que ele brote encantando o mundo
Assim nos dias não estarei ausente

Quando um dia surgir à minha frente
Me tomando pela mão a morte...

Peço apenas que não deixes ter chegado o fim.

Lembrando um verso...
Serei mil versos
No universo de cada pedaço de mim
George Arribas
Posted by Picasa

6 comentários:

  1. Maria Eliane ( Curitiba)9 de março de 2009 17:31

    George,
    talento e sensibilidade você tem de sobra. Parabéns!
    É muito bom ler seus poemas.
    beijo
    Eliane

    ResponderExcluir
  2. Poesia arretada negão!!!
    Beijos
    Geísa

    ResponderExcluir
  3. Maria Letícia (PT)10 de março de 2009 00:38

    A semente de tua alma nesses versos puros, leves e musicais quando tu fores nos deixarão versos de paz...
    Parabens poeta de alma eterna,

    Maria

    ResponderExcluir
  4. Belo blog o seu..gostei muito e vou voltar para ler sossegado..
    abraços

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário