segunda-feira, 16 de março de 2009

Oceanos...

Foi um velho sonhador que apareceu um dia...
Pousado sobre a areia que o mar entardecia
Mirava o seu olhar além do que havia
Corria em sua veia o amor - que o amor desconhecia

Beijava um beija-flor e a flor que mais queria
Indiferente a tudo que a saudade lhe sorvia
Cobria de eternidade a verdade que partia
E sorria para uma estrela quando a noite se movia

Foi um velho sonhador que um oceano ardia...
Pousado eternamente no olhar que mais sorria
Desconhecia a cor que a noite conhecia
Que não sabia a dor da dor que não sabia

Foi um velho sonhador um dia...
George Arrbas
Posted by Picasa

10 comentários:

  1. Do meu telescópio, eu via Deus caminhar!
    A maravilhosa disposição e harmonia do universo só pode ter tido origem segundo o plano de um Ser que tudo sabe e tudo pode.
    Isto fica sendo a minha última e mais elevada descoberta.
    (Isaac Newton)

    Que a lua e as estrelas emprestem um pouco do seu brilho, para iluminar o novo dia, e que Deus nos dê "asas de águia" para voarmos bem alto na construção de um mundo melhor!

    ResponderExcluir
  2. Leio seus poemas e fico encantada, onde buscas tanta inspiração... uma musa... ou várias.
    Que inveja..... "pequenininha e boazinha é claro".
    Nada que cause danos!
    Não sei o que comentar, pode ser :
    "LINDO".... "LINDO"...."LINDO" para todos. Falta-me palavras à altura do que você escreve para redigir um comentário.
    Beijos
    Eliane

    ResponderExcluir
  3. A sensibilidade e a nostalgia q encantam os olhos do leitor são uma conquista q a vida lhe oferece... Aceite em seu coração tudo o q está ardendo e empolgando... Esvazie seus sentimentos nessa tela e saiba q eles são apreciados.

    Bjos! Elsa.

    ResponderExcluir
  4. Ah! Oceanos: Que nos dá de forma harmoniosa e firme a grandeza de teu ser, hamonia no ir e no vir, suavidade nas suas ondas, mas assim como quem o formou ao ver suas diretrizes discumpridas, agita-se em imensas ondas e sua força ninguém segura. Ah! Oceanos, que faz o mais vil cético debruçar em teus detalhes e admitir a existência de um Ser criador, nos teus segredos, no teu cheiro, no teu ir e vir és dos mais belos quadros cujo idealizador só poderia ser um, TU SENHOR.

    O poema oceanos, faz assim querido George, vai inspirando atéos leigos. Deus te abençoe.

    Rev. Aldo Chaves

    ResponderExcluir
  5. Com a sofisticada simplicidade da natureza, Oceanos se volta sobre si mesmo, em fluxos e refluxos infindos, feito a própria metáfora que o representa.
    Belíssimo.

    ResponderExcluir
  6. Nadia Belo Basilio20 de março de 2009 14:18

    É bom poder interagir com pessoas de grande sensibilidade.
    É bom fazer amigos, e amigos especiais.
    Um grande abraço,
    Nadia

    ResponderExcluir
  7. FIQUE COM DEUS POETA ABENÇOADO!
    LINDO E TOCANTE COMO SEU SER...
    Queiramos ou não, fomos feitos para amar e ser amados.

    Temos clara consciência de que fomos feitos para amar e ser amados, porque a nossa essência é o amor; e a fonte que a alimenta é o verdadeiro amor. Quanto mais nos aproximamos da fonte que alimenta a nossa vida, e esta fonte tem um nome próprio: Jesus, tanto mais livres e realizados nos tornamos, independentemente do que acontece ao nosso redor. Ao passo que quando nos afastamos dessa fonte caímos num profundo vazio, no nada, porque a nossa vida tem a sua origem em Deus-amor, que tem vida plena e abundante para cada um de nós.
    “Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em abundância! (Jo 10,10)

    Jesus, eu confio em Vós!

    ResponderExcluir
  8. Linda harmonia uma bela sinfonia, cada verso rimando nossa gosto muito disso...
    Parabens pelo lindo texto sonhador...
    um abraço...

    ResponderExcluir
  9. Lindo blog !! Qd quiser visite o meu ficarei honrada !! Abraço Juliana

    ResponderExcluir
  10. Belíssimos, o teu texto, o teu ritmo, a tua retórica,a tua dialética, bravo ao teu idealismo, ode ao teu canto humanista!!

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário