segunda-feira, 6 de abril de 2009

Inútil Passagem


Hoje ela mora simplesmente
Na sombra do tempo do desejo
E não poderia jamais ser diferente
Pois o brilho de seus olhos ainda vejo
George Arribas

Posted by Picasa



6 comentários:

  1. Emocionante, poeta!
    Meu carinho!

    ResponderExcluir
  2. Vanessa Rodrigues de Souza (Cabo Frio - RJ)27 de abril de 2009 16:51

    Quando conheci George Arribas frequentávamos a mesma Rede Social, eu uma poetisa tímida que lentamente ia me soltando no mundo virtual, ele um poeta completo, experiente, sensível, inteligente, de versos fortes decididos e divisíveis, foi após a aprovação do George que perdi o medo e comecei a expor meus humildes e despretensiosos versos, não só dentro da Rede como em todas as outras Redes que passei a frequentar, também em blogs e qualquer outro espaço...
    O George para mim não é apenas um dos maiores poetas que conheço, ele é um grande amigo e sua amizade foi fundamental para minha poesia. Falar do George é como escrever um poema, os sentimentos, dominam e são comandados pela inspiração.
    Não preciso conhecê-lo pessoalmente para saber o homem que ele é, sua sensibilidade, inteligência, delicadeza, bravura, seu lado humano e correto está exposto em cada um dos seus versos.
    Assim é o George Arribas um poeta feito de poesia.
    E para mim é um grande e sempre especial amigo!!!
    Vanessa

    ResponderExcluir
  3. Vanessa
    Você sempre foi essa poetisa linda...
    Impossível não sentir o impacto de sua inteligência vibrando por entre as linhas de cada verso seu.
    Versos lindos, fortes, impactantes, bem escritos, pensamentos bem elaborados - todos com a sua marca pessoal; você não precisou arremedar ninguém para ser grande e cada dia maior para a literatura portuguesa.

    Não me entregue os louros que não mereço, não fiz nada além do que dizer verdades de você e sobre você.
    Obrigado pelas palavras gentis e delicadas que você me dedica, recebo todas com especial carinho embora consciente que não as mereça completamente!
    Continue sendo o que você é, escrevendo como você sente, amando o amor como você ama...sendo assim:livre, solta e independetemente linda !
    Obrigado de coração por você e por sua existência.
    Com amor puro e sincero,
    George Arribas

    ResponderExcluir
  4. caro autor, um encanto de poesia ! Gostei do que li por aqui. Convido-te a conhecer meus blogs de poesias e o de citações e reflexões. Meu carinho.

    ResponderExcluir
  5. ah! os olhos, dependendo do angulo do admirador a admirada, estrada pungente que desemboca no coração a sonhar e refletir,ah!!!!! olhares que marcam e deixam o coração acelerado. Muito belo poema amado poeta., DEUS TE ABENÇOE.

    ALDO CHAVES.

    ResponderExcluir
  6. BRILHOS NOS OLHOS...
    FICAM MARCADOS NA MEMÓRIA, E SE TRANSFORMAM EM POESIA, FAZENDO OUTROS OLHOS BRILHAREM.
    BEIJOS, POETA RICAMENTE ABENÇOADO!

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário