segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Segredo


Até tentei esconder o teu poema...
Te esconder no peito e tive medo
de te guardar pra sempre em meu segredo,
tudo é sem cor se o teu amor não mais me acena.

Até tentei trair o teu poema...
Fazer do adeus um riso louco de partida
fingir a dor - fingindo assim própria vida
que não queria a tristeza como cena.

Até tentei mentir o teu poema...
Te escondendo pelos meus becos e saídas
te revolvendo entre chegadas e partidas
em meus segredos, minha dor e meu dilema

Até tentei fugir do teu poema...
George Arribas
Posted by Picasa

8 comentários:

  1. assim eu choro!!!!
    Beijos
    Luciana Batista

    ResponderExcluir
  2. TEM DIAS...
    QUE NEM MESMO O MAIS DOCE POEMA VIRA CANÇÃO...
    TEM CENAS...
    EM QUE NEM O MELHOR, DOS ATORES CONSEGUE DISFARÇAR...
    TEM MOMENTOS...
    EM QUE O AMOR SE REVELA, E NÃO DÁ PARA FUGIR...
    QUERIDO POETA!

    COMO É LINDO SEU CORAÇÃO!
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Maria Moreira (Portugal)27 de fevereiro de 2009 08:40

    Por mais que tentemos fugir do amor, esse prevalece no nosso coração para sempre, não adianta fugir!
    O amor é o que nos guia no dia a dia, uns dias mais tristes, outros mais alegres e felizes, mas sem amor não somos ninguém!
    É tão bom amar e dar carinho, porquê fugir!
    Aprendemos a sobreviver às agruras que ele nos possa trazer!
    Amar, amar sempre, só assim sentiresmos o nosso espirito e o nosso coração cheio de tudo o que é bom!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Um poeta não tem possibilidade de esconder, fugir, resistir e ainda menos desfazer...um poema!
    Um poeta revela, enfrenta, entrega-se e faz...o poema.
    Por isso Poeta e porque amar, amar sempre é a vida e a alma do poeta, receba no coração tudo o que é bom.
    Beijo amigo.
    Nely.

    ResponderExcluir
  6. Um poeta não tem possibilidade de esconder, fugir, resistir e ainda menos desfazer...um poema!
    Um poeta revela, enfrenta, entrega-se e faz...o poema.
    Por isso Poeta e porque amar; amar sempre é a vida e a alma do poeta, receba no coração tudo o que é bom.
    Beijo amigo,
    Nely.

    ResponderExcluir
  7. Oi George,amei tudo vi.
    beijão,
    Adriana

    ResponderExcluir
  8. Por mais que queiremos e tentemos fugir da dor que vem com a perda de um amor ele, quando é forte e único, verdadeiro, prevalece para sempre em nós.
    É esse prevalecer que nos torna eternos sonhadores!...

    Abraços

    Maria

    Maria-amorinfinito.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário