segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Retalhos


Marcas, cicatrizes,
os teus retalhos...
Pedaços frios, tão falhos,
matrizes frias de uma dor...

Cascalhos cinzas,
cheiros de passado...
Cheios de mal terminado,
em sombras tristes deitou...

George Arribas


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário